quarta-feira, 26 de novembro de 2008

Amirável Mundo Novo - A Nova Ordem Mundial está aí...

A NOVA ORDEM MUNDIAL ESTÁ AI...



Duas crises e o processo de implantação da Nova Ordem mundial recebeu uma aceleração enorme no seu desenvolvimento.


A primeira crise foi desencadeada pelos atentados de 11 de setembro de 2001 às torres gêmeas nos Estados Unidos. A partir daí o mundo mudou e muito.



torres gêmeas em chamas



jpg=.jpg


Os atentados deflagaram a onda de medo de novos atentados tanto nos Estados Unidos como na Europa, com reflexos no restante do mundo. Sob a bandeira de combate ao terrorismo e para evitar novos ataques foram estabelecidas medidas de segurança e controle através de leis cada vez mais limitadoras da liberdade dos cidadãos nativos e estrangeiros, principalmente nos países atingidos e nos possíveis alvos de atentados terroristas.


Após os atentados, o que mais se ouvia era que se a perda de parte da liberdade e da privacidade era o preço a pagar pela segurança então o governo devia garantir por todos os meios disponíveis a segurança da população para evitar novos atentados no futuro.


Enquanto a população vivia um clima de paranóia, desconfiando de qualquer estrangeiro que se parecesse árabe ou muçulmano, o governo americano criava leis e tomava medidas de segurança que supostamente tornaria o país mais seguro contra ataques terroristas.


Muitas das leis criadas ainda não foram totalmente implantadas, se fossem transformariam o país numa ditadura em apenas 24 horas.


Há vários sites na internet, a maioria em inglês, com artigos que mostram como as pessoas em postos importantes no governo americano se aproveitaram da situação para criar uma legislação ditatorial quase ás escondidas, tudo sob a desculpa de combate ao terrorismo. No site www.espada.eti.br pode-se encontrar vários artigos de David Bay sobre este assunto.


A Europa, com apoio irrestrito da Inglaterra, que também sofreu atentados e tinha células terroristas em seu território, tomou medidas de prevenção ao combate ao terrorismo.


Hoje temos um mundo mais vigiado, mas não mais seguro. Na verdade as novas leis deram aos governos americano e europeu mecanismos legais de bisbilhotagem e vigilância sobre qualquer indivíduo considerado suspeito.


Foram desenvolvidos aparatos tecnológicos sofisticados para monitoração e espionagem, além de criar um enorme banco de dados biométricos, com impressões digitais e fotografias de criminosos conhecidos e cidadãos estrangeiros em trânsito pelo país. Inclusive os serviços de fiscalização dos aeroportos podem confiscar telefones celulares, câmeras fotográficas, notebooks e até pen drives para exame do conteúdo, por um prazo de tempo não especificado.


O que antes parecia coisa de filme de ficção científica agora está no dia a dia das pessoas. Um exemplo é o uso de impressões digitais em caixas automáticos de bancos, hoje já é de uso corrente, a urna eletrônica para votação usando o mesmo princípio já está sendo testada, todo esse desenvolvimento em tecnologia de segurança teve grande impulso depois dos atentados de 11 de setembro.


Os atentados terroristas nos Estados Unidos deixaram o mundo mais vigiado, portanto mais fácil de ser controlado.


Henry Kissinger em discurso à organização Bilderberg em 21 de maio de 92, disse:



"Hoje, os americanos ficariam indignados se as forças da ONU entrassem em Los Angeles para restaurar a ordem. Amanhã, ficarão agradecidos! Isso será especialmente verdadeiro se lhes for dito que há uma ameaça externa do além, seja real ou promulgada, que põe em risco a nossa própria existência. Será então que todos os povos do mundo se submeterão aos líderes mundiais para serem protegidos desse mal. A única coisa que todos os homens temem é o desconhecido. Quando inseridos nesse cenário, os direitos individuais serão voluntariamente abdicados em troca da garantia de que o bem-estar será assegurado pelo Governo Mundial."


(Transcrito da fita gravada por um delegado)


Raízes Revolucionárias da ONU http://www.espada.eti.br/onu.asp .



A segunda crise está em andamento, é a crise financeira, que começou com as hipotecas americanas e atingiu o sistema financeiro global.


Essa é outra crise que avança um pouco mais a Nova Ordem Mundial e os planos para a implantação do Governo Mundial.



http://jbonline.terra.com.br/extra/2008/11/10/e101121430.html


images4.jpg


Lula diz que crise é oportunidade para criar uma Nova Ordem Mundial.



Na recente reunião de cúpula do G-20, realizada nos Estados Unidos, o clamor era por uma maior regulamentação do sistema financeiro mundial, permitindo a fiscalização por parte de organismos internacionais como o FMI, Banco Mundial e outros.


Eis algumas das decisões dessa reunião:



images1.jpgcúpula do G-20 em washington



a) O FMI e o FSF (fórum de estabilidade financeira, em inglês) expandido deverão ter como foco a mudança de padrões. Juntos, devem aprimorar esforços com vistas a integrar melhor as responsabilidades de supervisão e regulamentação.


b) O FMI, em coordenação com o FSF e outras instituições, deve ter um papel de liderança no aprendizado de lições da crise atual.


c) Devemos rever a adequação dos recursos do FMI, do Banco Mundial e outros bancos de desenvolvimento e estar prontos para elevá-los onde for necessário.


Vemos como o FMI, que estava esquecido, voltou a ter visibilidade e autoridade para ser o supervisor do sistema financeiro, vale lembrar que o FMI é um órgão da ONU, que é ela mesma o núcleo do futuro Governo Mundial. Com relação a uma maior ingerência dos governos no mercado financeiro algumas propostas foram feitas.


a) - As autoridades regionais e internacionais devem trabalhar em conjunto para aprimorar a cooperação regulatória entre jurisdições.


b) - As autoridades regionais e internacionais devem trabalhar para promover o compartilhamento de informações sobre ameaças à estabilidade financeira local e global.


c) - As autoridades regionais e internacionais também devem rever as regras de conduta de negócios para proteger os mercados e os investidores, especialmente contra a manipulação e a fraude.


Essas decisões são importantes porque põem organismos ligados a ONU no papel de reguladores do sistema financeiro e os governos como legisladores do sistema financeiro. A confusão no sistema financeiro mundial foi alardeada pela grande mídia como sendo culpa apenas dos bancos que o financiavam hipotecas para pessoas que não possuíam um histórico creditício confiável, mas o site www.globalresearch.ca no artigo intitulado "A mais séria crise econômica da história moderna", diz o seguinte:


O abalo financeiro de outubro de 2008 não é o resultado de um fenômeno econômico cíclico. É o resultado de uma política de governo instrumentalizada através do tesouro e da junta da reserva federal dos Estados Unidos. (tradução nossa).


O ex-presidente do FED Alan Greenspan admitiu em depoimento no congresso americano que cometeu erros durante seus anos no cargo. Uma das maiores críticas feitas a Greenspan é que ele manteve as taxas de juros americanas baixas demais por um tempo excessivo, facilitando a oferta de crédito e, assim, alimentando a bolha imobiliária que está na raiz da atual crise. http://www.bbc.co.uk/portuguese/reporterbbc/story/2008/10/081023_greenspan_errorg.shtml


Pelos pronunciamentos dos líderes do G-20 percebemos um viés em direção ao coletivismo, que é o objetivo final da Nova Ordem Mundial. Poucas pessoas se preocupam com os rumos da política internacional depois da queda do muro de Berlim e a derrocada da União Soviética. Mas o próprio ex-presidente russo Mikhail Gorbatchev em visita aos Estados Unidos para angariar fundos para sua fundação declarou o seguinte:


"Uma alternativa entre comunismo e capitalismo estará sendo oferecida em um futuro próximo".



E qual seria essa alternativa?


Essa alternativa é o coletivismo, o grande sonho dos globalistas da ONU. A reunião de cúpula do G-20 estava buscando uma solução para a crise uma vez que na opinião deles o capitalismo já não é um regime confiável, e pelo pudemos ver acima pelas medidas propostas e pelo matiz socialista da quase totalidade dos membros da reunião eles querem uma maior intervenção dos governos e da ONU nos mercados financeiros.


Vejamos essa declaração: "O s poderes do capitalismo financeiro têm outro alvo muito abrangente, nada menos do que criar um sistema mundial de controle financeiro em mãos privadas capaz de dominar o sistema político de cada país e a economia do mundo como um todo..."


Raízes revolucionárias da ONU - www.espada.eti.br


Num regime coletivista o Estado é visto como o solucionador de todos os problemas importantes; o que leva a corrupção política, ao totalitarismo, a baixa produtividade e a escassez. O futuro está chamando... www.espada.eti.br.


Isto foi exatamente o que o presidente Lula disse em várias ocasiões, onde pedia mais intervenção estatal nos mercados financeiros e cujas propostas nesse sentido foram bastante elogiadas. Durante sua visita a Itália, antes da reunião de cúpula, Lula disse o seguinte:



"Precisamos formar um outro (sistema financeiro), imune às aventuras do capitalismo especulativo, mais transparente, com regras e controles mais estritos, em benefício da sustentabilidade do crescimento e do desenvolvimento".


http://www.bbc.co.uk/portuguese/reporterbbc/story/2008/11/081110_lula_consenso_fp_cq.shtml


http://www.estadao.com.br/economia/not_eco274822,0.htm



A princípio pode parecer que os bancos sofrerão algum prejuízo com uma maior fiscalização pelos governos e pelo FMI, mas na verdade eles serão os maiores beneficiados. Na definição acima de coletivismo vemos que uma maior participação do Estado leva a mais corrupção, como? O poder do dinheiro é quase irresistível para os políticos, logo a estrutura legislativa do país é bastante vulnerável a um poder corruptor com recursos financeiros ilimitados.


Portanto essas duas crises, a luta contra o terrorismo e a recente crise financeira, estão preparando o terreno para uma maior união e colaboração dos países, quebrando paulatinamente a idéia de soberania dos Estados e criando um clima propício para uma ingerência cada vez maior da ONU nos países, uma vez que todos devem colaborar para o bem comum da humanidade.






Powered by Zoundry Raven



Technorati : , ,

Del.icio.us : , ,

Zooomr : , ,

Flickr : , ,

terça-feira, 25 de novembro de 2008

Admirável Mundo Novo - Ambientalismo e imprensa












SUSTENTABILIDADE


A dogmatização do ambientalismo


Por Júlio Ottoboni em 25/11/2008






A imprensa mundial assimilou e passou a reproduzir o discurso ambiental com eficiência, mesmo que por vezes ainda escorregue em informações de fontes pouco ou nada confiáveis. A grande questão agora é a necessidade de massa crítica dentro dos jornais para saber ouvir todos os lados envolvidos nas questões. E é neste ponto que o palavrório se apresenta inconsistente, pois abolimos das pautas qualquer indicativo que confronte as novas verdades estabelecidas.


Temos atualmente em pé 10% das florestas originais do planeta, a população de humanos dobrou num período de 100 anos e em 30 anos os níveis dos oceanos estarão 40 centímetros mais altos. Bastou apresentar números como esses para que os jornais encampassem o discurso, por vezes ideológico e apocalíptico, como verdade absoluta.


O pensamento linear, a que os jornalistas estão acostumados, está longe de ser aplicado às pesquisas científicas, que muitas vezes escondem em seus grotões um jogo de interesses tão intenso como em outros setores sociais. Com o domínio superficial de alguns conceitos somado à complexidade dos assuntos, o suporte crítico do jornalista se esvai e concede uma subordinação mansa aos contornos dados por suas fontes de informação. A conseqüência disso tem nome: manipulação consentida.


"Bandidos e mocinhos"


Na ciência, nem sempre o exato representa a exatidão. Pode-se resumir isto como inexiste obviedade na ciência. Algo difícil de compreender quando se faz um jornalismo de noticiário, sem análise ou aprofundamento nas relações envolvidas. O planeta e o universo não correm por trilhos paralelos, mas por caminhos caóticos. Essa é a grande preocupação em relação a essa verticalização das informações na relação ciência e imprensa.


A imprensa leiga e generalista pouco conhece dos bastidores da ciência e, por isso, alicerçou ainda mais a imagem equivocada de que as pesquisas representam o fenômeno do certo, do exato e preciso. Se fosse assim, a física de Newton não seria nunca contestada e nem a física quântica seria estudada e admitida.


Precisamos, como profissionais de imprensa, de cuidados redobrados, pois a história já nos mostrou exemplos trágicos de como os dogmas científicos destroem reputações. Basta conhecer a história de Galileu, Louis Pasteur e Charles Darwin, entre uma infinidade de outros que foram para o limbo da ciência e nunca mais resgatados.


A abertura de espaço para uma parcela importante do segmento científico, que ousou a escancarar a questão em nível mundial, deveria vir acompanhada do contraditório. Mas a dogmatização do discurso ambiental fez com que houvesse "bandidos e mocinhos" nesta história. E quem se opõe ao modelo proposto e plenamente aceito pela imprensa foi e é marginalizado, ou totalmente banido do cerne da discussão.


Verdades "inquestionáveis"


Então, os jornalistas se tornaram pregadores evangelizados pelas novas verdades do fim do mundo. Um equívoco imenso! A discussão aqui não é estabelecer o certo ou errado em termos científicos, mas sim, expandir a abordagem e conceder espaços aos que chegaram a pontos divergentes em suas pesquisas para que esses possam ser vistos como integrantes da discussão, sem satanalizá-los por serem contrários à nova seita ambiental.


O ideal é retomarmos os fundamentos do jornalismo, no qual o contraditório também é escutado e promovido. Mas isto só se consegue com visão imparcial, sem paixões e tendo a objetividade como algo a ser alcançado. O absolutismo, seja em qualquer setor, é para mentes tacanhas e desprovidas do poder de análise.


A imprensa deve manter-se longe desta polarização e evitar ser um órgão da inquisição ambiental em curso, em cujas fileiras há os soldados da defesa do planeta em guerra contra os possuídos pelos demônios da destruição terrena. Nada de nos transformarmos no inquisidor espanhol Tomás de Torquemada destes novos dogmas, incontestes, verdades inquestionáveis e absolutas. Isto é incompatível tanto ao jornalismo moderno como à ciência.



Powered by Zoundry Raven



Technorati : , ,

Del.icio.us : , ,

Zooomr : , ,

Flickr : , ,

sexta-feira, 21 de novembro de 2008

Nova Ordem Mundial - Enfraquecimento americano









Domínio dos EUA vai acabar, diz inteligência americana














Tropas americanas no Afeganistão

Relatório diz que força militar americana vai decair até 2025


A força econômica, militar e política dos Estados Unidos no mundo deve decair nas próximas duas décadas, segundo um relatório de agências americanas de inteligência divulgado nesta sexta-feira.

O relatório foi produzido pela National Intelligence Council (NIC), entidade que coordena o trabalho de todas as agências de inteligência do país.


O texto também afirma que a atual crise financeira é o começo de uma grande mudança na economia global, com transferência de renda do Ocidente para o Oriente e enfraquecimento do dólar.


A divulgação do documento da NIC coincide com a transição do governo de George W. Bush para o presidente eleito, Barack Obama, nos Estados Unidos.


Brasil, China e Índia


"Os próximos 20 anos de transição para um novo sistema estão cheios de riscos", diz o relatório Global Trends 2025 (ou Tendências Mundiais 2025, em português).


O relatório é elaborado a cada quatro anos, sempre coincidindo com a posse de um novo presidente americano.


O documento prevê que até 2025 o mundo pode se tornar um lugar mais perigoso, com menos acesso das populações à comida e água.


O National Intelligence Council acredita que no futuro os Estados Unidos continuarão sendo o país mais poderoso do mundo, apesar de perder parte da sua influência para países como China, Índia, Brasil e Irã. Já as disputas internas da União Européia um gigante lento.


A NIC afirma que um mundo com mais pólos de poder potencialmente terá mais conflitos do que um mundo com uma ou duas superpotências.


A agência afirma que o aquecimento global e a escassez de recursos provocarão guerras no futuro. A disseminação de armas nucleares também deve crescer, com Estados considerados "párias" e grupos terroristas conseguindo acesso a materiais nucleares.


Segundo a NIC, a ação dos líderes globais será decisiva para os rumos do planeta.


"Não está além do alcance dos seres humanos, ou dos sistemas políticos, (ou) em alguns casos (o) funcionamento de mecanismos do mercado, cuidar e aliviar e até solucionar esses problemas", afirma Thomas Fingar, diretor da NIC.



Nota: Este é o tipo de aviso que poderíamos esperar na preparação para a Nova Ordem Mundial. É claro que para que essa nova ordem tenha sucesso é necessário que os Estados Unidos percam sua força. Avisos de insegurança e crescimento de poder de países instáveis e avessos a colaboração no plano internacional geram medo e pedem que algum organismo que tenha penetração internacional possa mediar as futuras crises. Isso é um prato cheio para a ONU, que com o enfraquecimento dos Estados Unidos ganharia status de forum de mediação e solução das crises internacionais com mais poder e autoridade.


Powered by Zoundry Raven



Technorati : ,

Del.icio.us : ,

Zooomr : ,

Flickr : ,

sábado, 15 de novembro de 2008

Nova Ordem Mundail - ONU e Governo Mundial

True Lies II - a face oculta do governo mundial




Fazer penetrar nas Nações Unidas estas idéias foi brincadeira de criança para o Secretário Assistente Robert Muller




"Dentro da ONU está o germe e a semente de um




grande grupo internacional de meditação e reflexão -




um grupo de pensadores bem informados, em cujas mãos está o




destino da Humanidade. Eles estão sob o controle de muitos




discípulos do 'quarto raio' [...] e seu foco é o plano de intuição




Búdica - o plano que comanda toda atividade hierárquica"




Alice B. Bailey [1]




Discipleship in the New Age










Alice Bailey é a inspiradora espiritual de um dos personagens mais sinistros da segunda metade do século passado, Robert Muller. Muller foi Secretário Assistente durante os mandatos de três Secretários Gerais da ONU: Dag Hammarskjöeld (1953-1961), U Thant (1961-1971) e Kurt Waldheim (1972-1981). Foi o idealizador de um método novo de ensino, o World Core Curriculum [2] (*) e fundador da primeira Escola Robert Muller, em Arlington, Texas. A base deste novo método era constituída de crenças ligadas à New Age, como o holismo, a Espiritualidade Global, o ensino centrado na Mãe-Terra (Gaia) como o centro de toda as crenças religiosas. Os três princípios fundamentais são: Unidade com o Planeta, Unidade com o Povo e Harmonia do Self. Introduzia-se o 'Pensamento Crítico' que não significa o que parece - ensinar a criança a pensar por si mesma - mas 'a aprender como subverter os valores tradicionais de nossa Sociedade. Você não está 'pensando criticamente' se aceita os valores transmitidos pelos pais. Isto não é 'crítico'. Há um viés nitidamente anticristão e antijudaico com a preponderância de práticas mágicas indígenas, panteístas e politeístas, além da mudança da ênfase do ensino para os 'relacionamentos' entre indivíduos e entre eles e o planeta [3]. Em 1989 a UNESCO concedeu a Muller o Prêmio de Educação para a Paz e se iniciaram os estudos para que a UNESCO recomendasse que todas as escolas e universidades do mundo se tornassem, lá pelo ano 2000, 'escolas para a paz e a não-violência', através do mesmo Curriculum, de 'modo a preencher a função cósmica inata em cada um de nós' [op.cit., p. 45]. Muller dirige e depois passa a ser o principal assessor da UNESCO para a educação.




De onde vinha a inspiração para tais ensinamentos? Da já mencionada Alice Bailey. Bem, não exatamente dela, mas de seu 'guia espiritual', o Mestre Tibetano Djwhal Khul (gravura), que teria vivido há milhares de anos e falaria através de Alice. Seus primeiros 'contatos' se deram aos 15 anos. Em suas próprias palavras: 'eu estava sentada no escritório, escrevendo. A porta se abriu e entrou um homem alto vestido com roupas ocidentais mas usando um alto turbante. Ele me disse que havia trabalhos já planejados para que eu executasse, mas que eu tinha que mudar muito minha disposição'. Anos depois, ela veio a tomar contato com as 'Doutrinas Secretas' dos Teosofistas e reconheceu que 'aquele homem era o Mestre Koot Hoomi'[4]. Para sabermos a origem dessas idéias é preciso recuar no tempo, até o final do século XIX.








* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *








Estas 'Doutrinas Secretas' eram obra de uma das maiores escroques e vigaristas que já existiram, a fugitiva e renegada russa Yelena Pietrovna Blavatsky que apareceu misteriosamente nos EEUU em finais do século XIX. Falida e percebendo a insatisfação dos americanos e ocidentais em geral com o progresso científico e material e o interesse crescente despertado pelo orientalismo e o espiritualismo, passou a se valer disto ensinando que o homem nem era criação divina nem descendente dos macacos como Darwin dizia (sic) mas sim de 'seres espirituais'. Espertamente alegou que os cientistas haviam estreitado demasiadamente o conceito de ciência, que deveria envolver também conhecimentos ocultos. Logo atraiu um sem número de seguidores. Posteriormente se associou com outros escroques como Annie Besant, Cel Henry Olcott, Georgy Ivanovitich Gurdijeff, Charles Webster Leadbeater. A seita logo se espalhou pelo mundo como uma 'ciência espiritual que ensina técnicas destinadas a promover a iluminação: estudo dos mestres, preces e meditação' [5].




Como diziam que as origens estavam na Índia (aonde mais?) sem nunca terem estado lá, estabeleceram sede em Adyar. Leadbeater um conhecido pederasta pedófilo encantou-se por um menino indiano pobre, Jiddu Krishnamurti, filho de um dos seguidores da seita, de quem obteve a posse do mesmo. Leadbeader havia lançado o estudo sobre vidas passadas e logo estudou as vidas de Krishnamurti que publicou em livro "As vidas de Alcyone" [6]. Muito convenientemente encontrou-se que Leadbeader tinha sido casado com Annie Besant 40.000 anos AC e deste casamento havia nascido Krishnamurti, que logo tornou-se o novo Messias.




Foi através de Leadbeader que Alice Bailey tomou contato com as idéias deste grupo. Em 1922 fundou a Lucis (originalmente Lúcifer, aquele que traz a luz) Trust Publishing e a Escola dos Arcanos. Entre 1919 e 1949 publicou 22 livros, 19 dos quais supostamente 'escritos' pelo Mestre Djwhal Khul, inclusive os que influenciaram Muller e até hoje a UNESCO e resultaram em outras sociedades como a 'Igreja Universal e Triunfante' e o 'Centro Tara'. Sua 'mensagem' é a paz mundial, a unidade de todas as religiões e a dedicação à Humanidade (**). É considerada a mãe da forma atual do movimento da New Age, a 'nova espiritualidade', da qual um dos principais sponsors é Al Gore [7]. Comparando com a 'Revolução Cultural' de Gramsci, Olavo de Carvalho diz que '[ambas] têm algo em comum: ambas pretendem introduzir no espírito humano modificações vastas, profundas e irreversíveis. Ambas convocam à ruptura com o passado, e propõem à humanidade um novo céu e uma nova terra [8].'




Os adeptos da Nova Era chegaram à conclusão que o principal guia espiritual deste 'acordar' foi o padre jesuíta e antropólogo francês Pierre Teilhard de Chardin (1881-1955). O indefectível Muller escreveu: 'Teilhard sempre viu as Nações Unidas como a concretização institucional de sua filosofia monista e evolucionária aplicada à política, levando-o a advogar a visão de alguma forma de existência de somente um governo mundial' [9]. Em seu livro 'The Future of Man' Teilhard escreveu: 'Apesar de que ainda não se pode prever a forma, a humanidade amanhã vai acordar para um mundo pan-organizado' [10].




A essência das idéias de Teilhard está contido em seu livro 'O Fenômeno Humano' [11]. Num esboço rápido, o autor defende uma continuidade absoluta entre criação da Terra, seres inanimados, seres vivos e o homo sapiens, aquele que, através do processo que denominou hominização atinge a capacidade reflexiva e, pela socialização torna-se a 'camada pensante' do planeta. É uma visão sintética do desenvolvimento evolutivo universal, terminada no aparecimento abrupto da 'consciência do self' - o limiar da reflexão - e posteriormente na união mundial de uma rede de todos os pensamentos humanos, o que denominou noosfera, em cujo âmago preside o Cristo, ápice da evolução. Cristo conduziria a humanidade de forma tanto transcendente como imanente para o 'Ponto Omega', o Reino de Deus. Esta noosfera representa o nível superior à biosfera, à hidrosfera e à atmosfera. Isto é, seria algo assim como uma extensão dos fenômenos geológicos e biológicos, produzido por uma 'nova era' da evolução, a noogênese (op. cit., pp. 188 ss). Suas obras foram banidas pela Igreja porque conceituavam um Cristo que nada tinha a ver com a noção Cristã.




Pois foi por aí mesmo que Alice Bailey e seu discípulo Muller pegaram Teilhard e estenderam para um conceito sincretista e panteísta de Cristo e de Deus como uma energia impessoal, Deus é tudo, está em tudo, e Cristo nada mais é do que um dos 'Mestres Ascendentes', um Avatar, juntamente com Maitreya e Boddhisattva ou o Imã Mahdi ou as 'forças vivas de Gaia', a 'Mãe Terra' [12]. A preparação para o reaparecimento de Cristo nada tem a ver com o conceito bíblico da volta de Cristo no Juízo Final, mas sim do 'Mestre Universal' que estabelecerá uma 'Era de Ouro' sobre a Terra.




E é exatamente isto que tem sido ensinado nas Escolas Robert Muller e recomendado pela UNESCO, através da Outcome-Based Education (OBE) (*): o fim de todos os conflitos religiosos pela eliminação de todas as religiões que seriam substituídas por um 'naturalismo científico' (**).








* * * * * * * * * * * * * * * * * * * *








Fazer penetrar nas Nações Unidas estas idéias foi brincadeira de criança para o Secretário Assistente Robert Muller: Dag Hammarskjöeld, o economista racional nórdico, terminou sua carreira na Secretaria Geral como um grande místico, defendendo que a espiritualidade era a chave última para o destino da Terra, no tempo e no espaço [13]. Para se ter uma idéia de qual espiritualidade falava, um folheto sobre a Sala de Meditação no edifício sede, dizia que o misterioso altar magnético dentro dela 'é dedicado ao Deus que todos os homens cultuam, sob diversos nomes e várias formas' [id.]. Em 1973, U Thant, outro místico, fundou a organização 'Cidadãos Planetários', juntamente com o ativista da Nova Era Donald Keys. Esta organização está devotada à propaganda no Novo Gnosticismo, que elimina as noções básicas das religiões tradicionais. Como já dizia Olavo de Carvalho: 'Com (a eliminação do) senso da eternidade e da universalidade, vai embora também o senso de verdade, a capacidade humana de distinguir o verdadeiro do falso, substituído por um sentimento coletivo de "adequação" ao "nosso tempo". A "supraconsciência" da Nova Era [.....] (atinge) a mais absoluta falta de inteligência' [op.cit., p 71].




Consta que Javier Perez de Cuellar, Secretário Geral de 1982-1992, teria sido abduzido por seres extraterrestres em 30 de novembro de 1989. Embora ele se recusasse a falar sobre isto, numa pergunta direta feita pelo Príncipe de Lichtenstein - supostamente uma autoridade mundial em UFO's - ele não negou [id]. A possível invasão de seres alienígenas sai do reino da pura ficção científica para ser endossada pelo líder da ONU e considera-se que faria parte da propaganda para criar um governo mundial que representasse a Humanidade num eventual conflito interplanetário (para mais detalhes deste engodo ver [14]). No edifício sede da ONU existe um instrutor oficial de 'meditação indígena', Sri Chinmoy, que promove duas sessões semanais nas quais sua audiência deve relaxar e entrar em transe através de músicas.




Robert Muller re-escreveu o primeiro capítulo da Bíblia para incluir as Nações Unidas. Sob o título 'A Nova Gênesis' o primeiro verso fica assim:




'E Deus viu que todas as nações da Terra, brancas e negras, ricas e pobres, de Norte a Sul, de Leste a Oeste, e de todos os credos enviavam seus emissários a uma alta casa de vidro [edifício sede] nas praias do Rio do Sol Nascente, na Ilha de Manhattan, para ficarem juntos, pensarem juntos, juntos cuidarem do mundo e todos os seus povos. E Deus disse: Isto é Bom. E foi o primeiro dia da Nova Era [New Age] na Terra'. (ver [9], p. 17).




Em 1980 a ONU inicia uma série de 'Meditações para a Paz', comandada por uma miríade de organizações esotéricas e ocultistas, filiadas à 'Nova Espiritualidade', embora isto não tenha vindo a público. Evoluíram para 'Dias de Meditação' em intervalos regulares, onde foi criada uma 'Comissão Planetária' organizada por John Randolph Price cujo objetivo é:




'documentar a verdade de que o homem é um ser espiritual que possui todos os poderes do mundo espiritual é, na verdade, Deus individualizado, e desde que perceba esta sua verdadeira identidade, tornar-se-á um Mestre da Mente, com domínio sobre o mundo material' (cit em [13]).




Foram criados os 'Trabalhadores da Luz' (Lightworkers) cuja função é levar a Humanidade a uma nova 'consciência planetária' (***).




Uma contribuição nada desprezível foi dada pela ativista albanesa Agnes Gonxha Boyaxhiu, estabelecida na Índia, onde fundou as 'Missionárias da Caridade' com vários hospitais para carentes e doentes terminais. O principal deles, em Calcutá, está localizado numa propriedade do Templo dedicado a Kali, a deusa indiana da destruição, cujo culto incluía sacrifícios animais. Em julho de 1981 pronunciou pela primeira vez uma 'Oração Universal pela Paz', na Igreja Anglicana de St. James, em Picaddilly, Londres, um dos fronts da promoção da Nova Era em círculos cristãos. Esta oração dizia:




'Leve-me da morte para a vida, da falsidade para a verdade. Leve-me do desespero para a esperança, do medo para a confiança. Leve-me do ódio para o amor. Permita que a paz encha nossos corações, nosso mundo, nosso universo. Paz. Paz. Paz.'




É curioso que uma das mais importantes figuras do catolicismo no mundo, candidata à canonização - sim, trata-se da Madre Teresa de Calcutá (na foto com Danielle Duvalier, esposa de Jean-Claude Duvalier, o "Baby"-Doc) - ao invés de proferir uma prece cristã, tenha entoado uma adaptação de um antigo mantra dos Upanishads (tratados monísticos das doutrinas secretas hindus de 800-600 AC), modificado pelo ambientalista e monge Jainista Satish Kumar [15]. O mantra original diz: 'Leve-me do irreal para o real! Leve-me da escuridão para a luz! Leve-me da morte para a imortalidade'.




Nos Upanishads não há lugar para um Deus pessoal como o Deus Judaico-Cristão; Deus é o Self, 'o âmago interior, o self dentro do homem, e quem o conhece não sofre [...] não é um sujeito lógico, psicológico nem epistemológico, nem mesmo o self desejoso e ativo do idealismo europeu: é o puro sujeito conhecedor (prãjnã âtmã) [16]. Mas muitos cristãos (sic) consideram os Upanishads tão válidos quanto a Bíblia.




Será por coincidência que Madre Teresa mantinha relações estreitas com notórios ditadores assassinos, como Jean-Claude Duvalier, de quem recebeu a Legion d'Honneur em 1981 e - teoricamente impedida de visitar seu País - tenha ido à Albânia pouco depois da morte do ditador Enver Hoxha para prestar homenagens [17]? E posteriormente tenha voltado lá e dedicado seu Prêmio Nobel da Paz ao mesmo, tendo depositado uma coroa de flores do monumento à "Mãe Albânia", em Tirana, e prestado homenagem no túmulo do 'Camarada Enver Hoxha', acompanhada oficialmente pela Sra. Hoxha, pelos principais Ministros de Estado e pelo Presidente da Assembléia do Povo? Jamais ela fez qualquer crítica ao brutal regime de Tirana nem protestou contra a supressão de todas as religiões [18]. Talvez por isto, em 7 de setembro de 2001, tenha pedido para se submeter a exorcismo pelo Arcebispo de Calcutá, Henry D'Souza [19].




O saudável movimento ecumênico - entre religiões nitidamente separadas mas unidas por alguns ideais comuns - está celeremente sendo substituído por um sincretismo religioso que modifica, de dentro, a própria liturgia, uma espécie de espiritualidade Cristocêntrica na qual o Cristo dos Evangelhos perde todo sentido e não haverá mais lugar para o Deus Judaico-Cristão nem para os Profetas Bíblicos. Veja-se a relação deste sincretismo monista com as idéias de Teilhard de Chardin mencionadas acima.








* * * * * * * * * * * * * * * *








É pouco provável que haja uma conspiração ocultista na fundação da ONU. É mais plausível que todos esses elementos interessados num Governo Mundial sincretista e ditatorial, venham se aproveitando da facilidade de infiltração no organismo mundial dado o misticismo de seus dirigentes. Com isto se aproveitam na enorme penetração do mesmo em todos os países e em todas as áreas em cada país, para estabelecer uma rede mundial a serviço de seus propósitos. Precisamos estar alertas porque minando as bases religiosas ocidentais ruirá todo o edifício civilizacional nelas baseado: a liberdade, a democracia, a ciência e a tecnologia. Isto se tornará mais visível quando os frutos das escolas aqui mencionadas, em todo o mundo, se tornarem por sua vez nos líderes mundiais. Por esta razão apresentarei em breve um levantamento destas novas bases da educação originadas nas nefastas idéias de Robert Muller e Alice Bailey.






Heitor de Paola


Médico Psiquiatra e Psicanalista no Rio de Janeiro. Escritor e comentarista político, membro da International Psychoanalytical Association e Clinical Consultant, Boyer House Foundation, Berkeley, Califórnia, e Membro do Board of Directors da Drug Watch International. Possui trabalhos publicados no Brasil e exterior. E é ex-militante da organização comunista clandestina, Ação Popular (AP).








sexta-feira, 7 de novembro de 2008

Nova Ordem Mundial - Internet


Parlamento Europeu aprova plano que amplia proteção à criança na internet


Voltado às redes sociais, programa será desenvolvido entre 2009 e 13.


Orçamento vai ser de 55 milhões de euros.





Da EFE, em Bruxelas




O Parlamento Europeu votou nesta quarta-feira (22) a favor de um programa comunitário para reforçar a proteção das crianças na internet, em uma medida que visa a reduzir os conteúdos ilícitos e se antecipar evitando abuso sexuais a menores que navegam na rede.






A iniciativa, proposta pela Comissão Européia (CE), se desenvolverá entre 2009 e 2013 com um orçamento de 55 milhões de euros e dará prioridade às redes sociais, como Facebook e MySpace, e às comunicações por meio de telefone celular.





O Parlamento Europeu e o Conselho da União Européia (UE) chegaram recentemente a um acordo sobre o programa, apoiado hoje pelo plenário com 672 votos a favor, nove contra e 19 abstenções.





A comissária de Sociedade da Informação da UE, Viviane Reding, felicitou o Parlamento Europeu pela rápida adoção do plano e afirmou que, graças a ele, tanto as crianças como os adolescentes poderão se beneficiar com maior segurança dos serviços oferecidos na web.





O projeto substituirá o programa comunitário para conseguir uma internet mais segura, aprovado em 2005 com um montante de 45 milhões de euros e que termina este ano.





O novo plano introduzirá pontos de contato nacionais e linhas telefônicas para denunciar os conteúdos ilícitos, pondo especial ênfase na pornografia infantil e nas ações de manipulação de crianças.





Estas medidas terão que estar coordenadas com outras ações em escala nacional, em particular com a Polícia especializada na internet.





As mensagens eletrônicas comerciais não solicitadas, conhecidas como spam, não estarão incluídas no plano, pois já são objeto de outras ações em nível europeu.





Segundo um relatório publicado pela CE, 74% dos jovens de entre 12 e 15 anos passam diariamente pelo menos três horas navegando na internet.





A Internet Watch Foundation alerta que no último ano os casos de abuso contra menores na internet registraram um aumento de 16%.


Nota: Será que todo esse dinheiro é para proteger as crianças? Parece mais uma forma disfarçada de censura na web. Pode ser só o cavalo de tróia do fim da liberdade sob a capa de um fim nobre e justo.



Powered by Zoundry Raven

Nova Ordem Mundial - Crise financeira



UE propõe mudar sistema financeiro global em cem dias























O presidente da União Européia, Nicolas Sarkozy
Sarkozy diz que União Européia defenderá
linha de "trasparência"













Os líderes dos países da União Européia aprovaram nesta sexta-feira em Bruxelas um documento de quatro páginas em que propõem adotar medidas para mudar o sistema financeiro internacional dentro de cem dias.

As sugestões contidas no documento devem ser defendidas pelo bloco na reunião de cúpula do G20 do próximo dia 15, em Washington, em que será discutida a atual crise financeira global. A pressa e a necessidade de maior transparência dão a tônica do documento europeu, em que a Presidência francesa da União Européia propõe medidas concretas para dirigir o que deve ser a reforma do sistema financeiro mundial.


"A União Européia defenderá unida uma linha na reunião de Washington: a linha da transparência e da refundação", afirmou o presidente do bloco, o francês Nicolas Sarkozy, que insistiu no consenso entre os 27 países membros. "A Europa fala com uma só voz. E que todos tenham consciência dessa novidade."


Mudanças


De acordo com a proposta européia, o novo sistema financeiro mundial deve ser fundado "sobre o princípio da transparência das operações financeiras" e incluir "códigos de conduta" que evitem que as instituições se aventurem em riscos excessivos.


"Nenhuma instituição financeira, nenhum segmento de mercado, nenhuma jurisdição deve escapar de regulamentação e supervisão", diz o documento.


No centro desse novo sistema, a União Européia vislumbra um Fundo Monetário Internacional (FMI) com papel reforçado, dotado de meios técnicos que permitam efetuar uma coordenação mais rápida e intervir de forma preventiva na eventualidade de uma nova crise.


Os europeus pedirão que os países adotem regras de governança para todos os atores financeiros, inclusive as agências de avaliação, e que se criem colégios de supervisores para coordenar o controle dos organismos nacionais sobre grandes grupos financeiros internacionais.


Eles também defenderão que as normas contábeis sejam modificadas para evitar a formação de "bolhas especulativas" em momentos de crescimento econômico, o que acentua os problemas em posteriores momentos de crise.


A União Européia propõe que a aplicação das medidas necessárias para essas mudanças e a adoção de novas iniciativas sejam avaliadas em uma nova reunião internacional a ser realizada cem dias depois da cúpula de Washington, quando o governo dos Estados Unidos já estará sob o comando de Barack Obama.


"Esperamos que o presidente Obama nos ajude a mudar a governança mundial, que esteja ao nosso lado para que a crise não sacrifique os interesses dos países pobres em desenvolvimento, que já estão sofrendo as conseqüências dessa crise", disse Sarkozy.


Nota: Essa crise financeira veio mesmo a calhar, prestando atenção nos termos grifados podemos vislumbrar o que realmente está por trás das medidas que serão tomadas em breve, com uma aparência de sinceridade e preocupação com países pobres e emergentes o que realmente está sendo tramado é o fortalecimento da ONU, através de uma de suas agências, o FMI, e a formação de um sistema financeiro globalmente regulamentado.


Em quanto tempo nossos nomes estarão registrados em computadores monitorados pelo FMI? E quando seremos compelidos a ter algum documento que possa ser usado somente após registro e aprovação através dessa regulamentação internacional para que possamos ter crédito para comprar ou aprovação para vender? Toda essa crise financeira começou porque os bancos americanos emprestaram até a quem não tinha condições de arcar com as hipotecas.



Powered by Zoundry Raven

Nova Ordem Mundial - Tecnologia


Japão inicia aluguel de pernas robóticas por até US$ 2,2 mil


Equipamento identifica movimentos e dá suporte para locomoção.


Foco do HAL está em idosos e pessoas com limitações físicas.



Do G1, com informações da AP


A empresa Cyberdyne vai iniciar, na sexta-feira (10), o aluguel de pernas robóticas no Japão. O produto chamado HAL (hybrid assistive limb) dá suporte para idosos ou outros usuários com limitações físicas se locomoverem - ele faz isso identificando os sinais de movimentação enviados do cérebro para os músculos. O aluguel mensal vai de US$ 1,5 mil (uma perna robótica) a US$ 2,2 mil (duas pernas).


0,,15647063-FMM,00.bmp
Usuários fizeram nesta terça-feira (7) uma demonstração em Tóquio, Japão. (Foto: AP)0,,15647066-FMM,00.bmp
Yoshiyuki Sankai, professor da universidade de Tsukuba e presidente da empresa Cyberdyne, durante apresentação da estrutura robótica. Equipamento dá suporte para pessoas se locomoverem. (Foto: AP)
Nota: O futuro já chegou, pelo menos no Japão, e já tem preço.


Powered by Zoundry Raven

quinta-feira, 6 de novembro de 2008

Nova Ordem Mundial - Drogas


Espanha lidera consumo de maconha e cocaína na Europa







Da EFE

Bruxelas, 6 nov (EFE).- A Espanha lidera o consumo de cannabis e cocaína na Europa e continua como das principais portas de entrada dessas drogas no continente, segundo um relatório divulgado hoje pela União Européia (UE).




O relatório anual do Observatório Europeu da Droga e da Toxicodependência (OEDT) também alerta os membros da UE sobre o aumento do consumo de heroína, encorajado pelo crescimento da produção e do tráfico deste narcótico em nível mundial, graças ao aumento da produção de ópio no Afeganistão, que foi recorde em 2007.





O documento, que inclui dados de 2007 ou 2006 dos membros da UE, Turquia, Croácia e Noruega, constata entre 7 mil e 8 mil mortes anuais por overdose - aproximadamente uma a cada hora -, 80% delas atribuída ao consumo de heroína ou de outras drogas derivadas do ópio.





A Espanha continuou liderou o consumo de cocaína no último ano (3% das pessoas entre 15 e 64 anos, contra a média européia de 1,2 %) e no último mês (1,6%, contra uma média européia de 0,5%).





Em relação à maconha, a Espanha foi também o país com mais consumidores durante o último ano (11,2% das pessoas entre 15 e 64 anos, contra 6,8% na média européia) e durante o último mês (8,7%, contra uma média européia de 3,8%).





Os 30 países se encontram em uma fase "relativamente estável" em termos de consumo de drogas, inclusive com "mudanças promissoras" na atitude dos jovens, disse o diretor do OEDT, Wolfgang Götz, na entrevista coletiva em que apresentou o relatório.





No entanto, o uso de drogas "continua sendo elevado" em termos históricos, e o consumo de algumas delas, especialmente o de cocaína, só aumenta, acrescentou.


EFE


Nota: Esse é o efeito de políticas que promovem uma liberação radical de valores e costumes, melhor dizendo, são os frutos maduros de uma sociedade sem valores morais, onde o homem finito e imperfeito é a medida de todas as coisas.



Powered by Zoundry Raven

Nova Ordem Mundial - Ciência

Físicos capturam e armazenam o "nada"



Redação do Site Inovação Tecnológica


13/03/2008


Imagem: Jürgen Appelet al


Capturando o nada


Em uma experiência com grandes implicações para a computação e a criptografia quânticas, bem como para o entendimento dos fundamentos do nosso universo, duas equipes de físicos, trabalhando de forma independente, conseguiram armazenar um tipo especial de vácuo no meio de uma nuvem de gás, recuperando-o quando necessário.


Quando você desliga a lâmpada da sua sala, a luz desaparece completamente e você fica às escuras. Em uma cena similiar no mundo quântico - em dimensões nas quais a luz é formada por partículas chamadas fótons - você não ficaria exatamente às escuras; você ficaria às voltas com um bocado de "ruído", não ruído sonoro, mas o que os físicos chamam de uma incerteza que impediria que você fizesse medições extremamente precisas sobre, por exemplo, a ausência total dos próprios fótons.


Vácuo condensado


Utilizando cristais para manipular um feixe de raio laser, os pesquisadores da Universidade de Calgary, no Canadá, e do Instituto de Tecnologia de Tóquio, no Japão, criaram uma espécie de "nada", que eles chamaram de vácuo condensado. Sob condições extremamente controladas, o nada apresenta menos ruído do que a total ausência de luz.


Vácuos condensados são utilizados na detecção de ondas gravitacionais e nas pesquisas sobre computação quântica, onde eles são utilizados para armazenar informação e para gerar o entrelaçamento (entanglement), um fenômeno que faz com que duas partículas se auto-influenciem diretamente, qualquer que seja a distância entre elas.


Memória da luz


Partindo da descoberta da equipe da professora Lene Hau, de Harvard (veja Computador óptico poderá ser construído com luz congelada), os físicos agora demonstraram que o vácuo condensado pode ser armazenado por algumas frações de segundo e recuperado quando necessário. Ao recuperar a "luz congelada", os cientistas descobriram que ela permanece "comprimida", emitindo menos ruído do que a própria ausência de luz.


"[Esta descoberta] é importante não apenas para os computadores quânticos, mas também poderá fornecer novas maneiras para se construir códigos indecifráveis para a transmissão segura de informações," explica Alexander Lvovsky, um dos membros da equipe da Universidade de Calgary. "Uma memória para a luz tem sido um grande desafio na física por muitos anos e eu estou muito feliz em ter sido capaz de levar isso um passo adiante."



Powered by Zoundry Raven

quarta-feira, 5 de novembro de 2008

Nova Ordem Mundial - Mensagens subliminares


Powered by Zoundry Raven

terça-feira, 4 de novembro de 2008

Nova Ordem Mundial - Vigilância Global.


Echelon- Espionagem total













Outro dos muitos sistemas de espionagem, este a cargo da NSA ( National security agency )
americana,



e alguns associados como: Austrália, Nova Zelândia , Canadá e Inglaterra.


Um fato real já comprovado, já debatido pelo Parlamento Europeu.


O polêmico echelon tem como finalidade escutar as comunicações internacionais , seja conversas telefônicas, faxes, emails, tudo.


Caro leitor, mas não é caso para entrarmos em paranóia, eu continuo fazendo a minha vidinha normal, enviando emails, falando no celular, sobretudo o que me apetece, seja ovnilogia, conspirações, tudo. Até agora nenhum homem de negro apareceu. (risos).


Criptografar emails, se pensa que é um modo seguro, desengane-se, certamente os EUA possuem melhores softwares de criptografia e decodificação do que aqueles que colocaram na Internet para nós baixarmos (ou comprarmos).


Echelon é um sistema que recorre a cerca de 120 satélites vortex, ou talvez mais, decifram algo como: dois milhões de mensagens por hora…Criado na década de 70 e ampliado nos anos de 1975 e 1995.


Este métodos de espionagem não visa apenas "decifrar" palavras chave que possam dizer respeito à segurança nacional dos EUA, eles espionam também com fins políticos e econômicos.


Isto não é uma ilusão, o Echelon é real, tanto que a administração Clinton foi obrigada a reconhecer a existência do projeto e a desclassificar informações perante cientistas da Universidade George Washington.


O Jornalista escocês Duncan Campbell forneceu um grande relatório com todos os dados sobre Echelon aos eurodeputados, o que causou indignação, visto que a Grã-Bretanha os traía espiando-os.


( aproveite e leia "inside echelon" : http://www.heise.de/tp/r4/artikel/6/6929/1.html )


A União Europeia inclusive, ponderou montar um sistema igual para espionar os EUA.




Esses mesmo Echelon, e a NSA espionam na Internet, o próprio FBI cria vírus que se propagam pela Internet com o propósito de espionar.


ver mais sobre esses vírus e espionagem em "virusfbi" deste site realidade oculta.


Esses sistema quanto a escutas telefônicas, detecta palavras "chave" e depois grava as conversações, repare falar ao celular é um telefonema via satélite. Se você falar em"ovni" ,"al-qaeda", "saddam" por exemplo falando de uma notícia que viu na tv sobre bin laden ou saddam, aí provavelmente a sua conversa será detectada porque você tocou em palavras-chave.


Ao que parece há uma nova divisão desse projeto echelon, que seria a ILETS ( International Law Enforcement Telecommunications Seminar), uma organização secreta ( sem existência oficial ) cujo principal objetivo visa a coordenação de esforços para criação de portas ocultas em todos os sistemas de comunicações do mundo ocidental, incluindo os satélites internacionais





A 18 de Maio de 2001, veio a conhecimento público o informe, elaborado pela Comissão Provisória, nomeada pelo Parlamento Europeu, para investigar o Echelon, em que confirmaram:


" A existência de um sistema global de interceptação das comunicações em que cooperam os Estados Unidos, o Reino Unido, Canadá, Austrália e Nova Zelândia, já não pode ser colocado em dúvida.(...) O que resulta importante é que seu propósito é interceptar comunicações privadas e comerciais, e não comunicações militares." (NAVARRO, 2001: 50)


Sem dúvida, mais do que um sistema de espionagem, este sistema é uma grave violação ao nosso direito de privacidade. Qualquer dia nem os sites de Internet escaparão à censura total .





Quer saturar os servidores do Echelon?


Você sabe que ao reenviar emails spam, em grande massa e amigos seus reenviarem esses emails em massa, poderá saturar os servidores do email (exemplo: hotmal, yahoo, etc) o mesmo pode fazer-se quanto ao Echelon, basta reenviar emails com o código e palavras-chave (que o echelon busca) e se todas as pessoas forem reencaminhando esses emails isso irá saturar os servidores do echelon, ou gerar milhões de respostas no dicionário deles, etc.


Código desenvolvido pelos argentinos do "Seprin" ( serviçio privado de informaçion), serviço privado de informação :


O código (meta-tags) contém palavras-chave que o echelon procura, para copiar esse código clique aqui ( irá abrir uma outra página com o código meta-tags , copie o código com ctrl + c e cole no texto de email : ctrl + v ,repasse à sua lista de contactos, e se todos forem repassando, o echelon irá detectar milhares de palavras-chave até saturar )


Abra aqui a pagina com o código .




Informações tiradas do livro :


«O mundo sob escuta , as capacidades de interceptação do século XXI » Duncan Campbell.


Por mais que as comunicações estejam sob escuta e sejam interceptadas, nunca é possível escutá-las todas.

Apenas se podem filtrar comunicações suspeitas quando se sabe quem e o que se procura.


Os computadores não podem chegar a esses dados pela lógica, eles têm de vir de fontes de inteligência mais tradicionais e "humanas", dos agentes e dos informadores.


A questão a colocar no futuro é a de determinar se sistemas como o do Echelon nos poderão alguma vez proteger contra atos terroristas .Se não o conseguem, então não faz qualquer sentido os cidadãos de todo o mundo estarem a trocar a sua privacidade por uma segurança que não existe.


Existem inclusive submarinos que foram adaptados para auscultar os cabos subaquáticos de comunicações do Mediterrâneo.


Após a guerra Fria, os americanos colocaram os seus postos de escuta no centro e no Sul da Alemanha e , secretamente na Áustria e no Irã. Na Itália e Espanha.


Uma estação em Kagnew, em Asmara, na Eritreia, fora-lhes legada pelos britânicos em 1941 e ,até ao seu suposto encerramento em 1970, era a maior estação de interceptação do mundo. Uma das suas realizações mais espetaculares consistia numa antena parabólica que era utilizada para passar mensagens em direção aos Estados Unidos por reflexão na superfície Lunar.


Existem pelos menos 30 nações a ter redes de escuta, a nível global ou regional.


A Rússia, a China, a França e outras nações possuem redes mundiais. Mesmo as pequenas nações europeias como a Dinamarca, a Holanda ou a Suiça, construíram há pouco tempo pequenas estações de interceptação de satélites para obterem e processarem dados mediante escuta das comunicações civis via satélite.


A nível global, cerca de 15 a 20 mil milhões de euros são gastos nesses projetos.




Em França a estação de escuta de satélites, situada em Domes, Sarlat, perto de Bordéus, foi apelidada de Frenchelon ( French- Echelon).





















Frenchelon - França.


( fotos: http://cryptome.org/frenchepix.htm e: http://reseau.echelon.free.fr/reseau.echelon/photos/france.htm )


A Rússia tem a organização FAPSI ( Federalnoe Agentsvo Pravitelstvennoi Svyazi i Informatsii ), que empresa 54.000 funcionários, trata-se da : A gência Federal para as comunicações do Governo.


Também a China mantém estações de escuta, duas das quais apontadas para a Rússia e é operada em conjunto com os americanos.


A rede Francesa dirigida pela DGSE , inclui duas bases de interceptação de satélites e um quartel-general de criptografia, bem como estações ultramarinas na Guiana, Nova Caledônia e até no Oceano Índico.


A agência federal de inteligência Alemã, o BND ,mantém uma extensa rede de estações de interceptação na Alemanha e também em Taiwan. Colaboram também com os Franceses na operação de algumas estações ultramarinas ,como a da Guiana.


Até ao início da década de 90 o BND operava uma estação perto de Cádis, dedicada aos cabos que saem de Espanha e Portugal.


O seu nome de código é EISMEER.



Muitos satélites que a NASA lança não se dedicam a estudar o Universo, mas têm sim fins militares.


O primeiro satélite de escutas lançado foi o CANYON, em Agosto de 1968. Depois lançaram outros, Os satélites eram controlados a partir da base de Bad Aibling, na Alemanha. As suas órbitas não eram exatas, e isso fazia com que os satélites mudassem de posição e obtivessem mais dados ao interceptarem os feixes de micro-ondas emitidos pelos seus alvos terrestres. Até ao ano 1977 lançaram mais sete satélites CANYON.


Devido ao seu sucesso, conceberam uma nova classe de satélites ,os CHALET, a base terrestre para os controlar era a Menwith Hill, em Inglaterra. Os primeiros dois satélites CHALET foram lançados em Junho de 1978 e Outubro de 1979. Quando o nome foi apresentado na imprensa os satélites foram apelidados de VORTEX.


Foi construído um novo centro de operações com 5000m quadrados, STEEPLEBUSH, quando o nome VORTEX foi publicado em 1987, os satélites foram rebatizados MERCURY.


A maioria deles são colocados em órbitas "geoestacionárias", de modo a que, para um observador situado na superfície terrestre ele parece estar sempre na mesma posição.


( podem confundir-se com estrelas ).



Os EUA apostam forte na interceptação de cabos subaquáticos através de sondas de escuta ( tais cabos são de transmissão de dados de Internet e telefone, intercontinentais).


Em 1999 investiram 400 milhões de dólares para modificar o submarino nuclear da classe Seawolf ,o USS Jimmy Cárter ( SSN-23). Foi alterado nos estaleiros da General Dynamics Electric Boat Division, em Groton, no Connecticut.



Este site nova-iorquino http://cryptome.org/ mostra exemplos de emails interceptados ou redigidos por redes de escuta echelon.


A partir do ano 2000 começaram a ser instalados grandes sistemas de armazenamento de enormes quantidades de tráfego destinado a análise. (tráfrego web).


No cerne dos novos sistemas estão os chamados computadores PETAPLEX,.


Trata-se de gigantescos conjuntos de milhares de discos rígidos de baixo preço, conjuntamente ligados a um único complexo, ou nó, de memória.


O primeiro computador Petaplex tem capacidade para 1 petabyte de informação. (Igual a mil terabytes , ou seja um milhão de gigabytes ).


Repare que um computador doméstico tem apenas a capacidade para alguns gb, há uns anos eram discos de 60 gb.


Um dos primeiros sistemas robotizados de armazenamento da NSA (National security agency ), chamado POWDERHORN, está hoje em exibição no Museu de Criptologia da NSA, no seu quartel general de Fort Meade. A legenda recorda que este mesmo modelo antigo , hoje já reformado, tem capacidade para 300 terabytes de dados.


O equivalente a 15.000 anos de Wall Street Journal.


fonte: http://www.realidadeoculta.com

Adaptado pelo observador.














Powered by Zoundry Raven

segunda-feira, 3 de novembro de 2008

Nova Ordem Mundial - Identidade Digital





Implantes. Identidade digital.





Controle Global - Verichip - marca da besta- Vantagens e desvantagens do implante.

Você será obrigado a usar. Países que vão aderir em breve. Brasil e Portugal


incluídos. O biochip é o avanço para a nova ordem Mundial e o controle global

via satélite. Todos os seus passos serão observados.




Iremos ser marcados como gado, sejeitos a um controle global.


Vários países, entre eles: China, Israel, Brasil, Austrália, México, India, Eua e toda a União Europeia, pretendem estabelecer um novo sistema de identificação e controle dos cidadãos.


Um implante no braço, na mão, ou testa, biometria, identidade digital.


A Marca da besta passou do papel para a realidade, quem nunca acreditou em teorias de conspiração pode ver que a realidade está próxima, agora é tarde demais para abrir os olhos.


Durante vários anos haviam rumores quanto a isto, mas os Governos estavam somente a aguardar o momento certo, seria necessário um motivo, logo após o atentado de 11 de Setembro de 2001 ao WTC tiveram o motivo necessário.


Este implante, dizem , poderia combater o terrorismo visto que todos os cidadãos seriam rastreados, catalogados e controlados.


Pela "segurança" mundial perderemos aos poucos os nossos direitos, a nossa individualidade, a nossa identidade.


A Applied digital solutions já colocou implantes " verichip"de 12mm em milhares de cidadãos de todo o mundo, bem perto de nós (Portugal ) na vizinha Espanha já muitos utilizam o chip para pagamento de serviços quando vão á discoteca.




Existem muitas outras empresas desenvolvendo chips entre elas a conhecida Motorola a qual produziu milhões de chips para a Mondex (http://www.mondexusa.com/)


MON-DEX - Um conjunto de duas palavras, Monetário e Destra, que de acordo com o dicionário de Websters define-as como: Monetário - aquilo relativo ao dinheiro. Dexter : - relativo à, ou localizada na mão direita.


Um dos chips concebido pela Motorola, o BT952000 foi projectado pelo Dr. Carl Sanders, orientado em 17 reuniões sobre Nova Ordem Mundial a desenvolver o dispositivo para uso global em seres humanos para fins econômicos e de identificação pessoal.


Portugal vai aderir ao chip, dentro de poucos anos ele substituirá todos os documentos, Bi [carteira de identidade] , cartão de saude, cartão de crédito, carta de condução, tudo.


Dizem que o chip tem o tamanho de um grão de arroz, é certo, mas na verdade ele fica dentro de uma cápsula com mais coisas (bateria, etc) e terá cerca de 12mm.


Quem recusar usar o chip será excluído socialmente, como diz a profecia Bíblica.


Atenção não sou fanático religioso, não pertenco a nenhuma seita, não sou manipulador de informações, quero somente esclarecer o leitor.


Acredito que "não há coincidências", desde o início que a Bíblia anunciava o chip, vejam é bastante claro:


" A todos, os pequenos e os grandes, os ricos e os pobres, os livres e os escravos, faz que lhes seja dada certa marca sobre a mão direita, ou sobre a fronte. Pra que ninguém possa comprar ou vender, senão aquele que tem a marca, o nome da besta, ou o número do seu nome." […] É apenas um trecho que tirei de Apocalipse 13:11- 18..




Esta é a Nova ordem Mundial, New world Order (nwo), há muitos anos que a Internet denuncia a Nova Ordem, porém muitos ainda não acreditam. Alguns, ironicamente, dizem que isso é uma teoria de conspiração.




Continuando, a imprensa ira promover somente algumas vantagens, para aliciar as pessoas.


Vantagens:


Voce com um chip não correria risco de ser assaltado para lhe roubrarem dinheiro, não precisaria usar vários cartões.


No hospital bastaria ler o seu chip e ter acesso rápido á sua ficha médica, etc.


Eu confesso que haverão boas vantagens, não sou doido. Hoje em dia a tecnologia facilita muito, por exemplo a nível doméstico o micro-ondas, celulares, computadores, e tudo mais.


Sei que seria mais fácil passar a mão num scanner e deixar de usar dinheiro, ter problemas com trocos, cálculos, etc.


Seria mais fácil entrar em casa passando o dedo num scanner do que usar a chave, não haveria nunca mais o problema de perder as chaves de casa, etc. Porém, o que ninguém nos diz são as desvantagens, quanto custaria adaptar essa tecnologia em casa, no carro?


Para todas essas facilidades tecnológicas, venderíamos a nossa privacidade, a nossa liberdade para ficar marcados como gado? Para sermos detectados via satélite e todos os nossos passos, compras, hábitos, consumos, quiçá o próprio pensamento, tudo ser rastreado?


Bem alguns mais críticos poderão pensar, "ele é doido, é contra o desenvolvimento tecnológico? Antigamente também alguns eram contra o cartão de crédito e preferiam usar dinheiro".


Ok eu sou adepto da tecnologia, adoro tecnologia, computador, celular , cartão de crédito, uso mais cartão de crédito do que dinheiro, pago tudo com cartão. Acontece que essa tecnologia é separada de mim, enquanto um implante ficaria dentro da minha carne, inseparável, todos os meus passos rastreados, eis a diferença.


Hoje somos livres para optar entre usar dinheiro ou cartão, contudo seremos obrigados futuramente a usar implante.


Quem não usar fica excluído socialmente, será catalogado como fora da lei, não poderá comprar nada sem o implante.


As desvantagens…


Eis algumas delas:


Todos os cidadãos serão monitorados por satélite.



Perderemos a nossa privacidade.




Vejam este exemplo, a greve é uma forma de protesto e um direito civil do cidadão, se todos tiverem chip serão facilmente identificados os civis que fizerem greve, sofrerão represálias.


Hoje em dia quando alguém é assaltado ouve "passe a carteira isto é um assalto", o chip não vai mudar isso, não poderá haver muita diferença na segurança, imaginem esta situação "dê-me o seu chip, isto é um assalto".


O crime organizado saberá remover os implantes de pessoas ricas e com esse implante passam a ser proprietários daquele numero certo?


Alguém que retirasse o implante de um milionário e colocasse em si o implante, poderia ter acesso à moradia do antigo proprietário do implante, certo?




Hoje se alguém nos rouba o BI apenas roubou esse cartão de identidade, mas quando alguém nos removesse o implante (ele fica apenas 1,4 polegadas abaixo da pele) roubará tudo, pois o acesso a tudo e todos os dados ficam no implante, ele tem registrados todos os nossos dados, toda a nossa vida!


Atualmente, muitos piratas informáticos conseguem entrar em bases de dados de Bancos, conseguem rastrear transações bancárias, quem nos garante que algum pirata não conseguiria entrar nas bases de dados dos sistemas que registam os números de implantes?


Outra coisa, sendo nós um número, sem bi, cartão de crédito, sem dinheiro, suponho que todas as transações são debitadas da nossa conta bancária, como podemos controlar isso, o saldo? Como podemos controlar quantas entidades debitam dinheiro da nossa conta, a que momento, e se cobram taxas extras?


Iriam cobrar taxas e juros de dinheiro "invisível" que não possuímos fisicamente nas mãos, porque passam a ser transações virtuais de numeros de conta para conta.



Hoje em dia, o Governo comete erros, cobra rendas ou impostos a pessoas que não devia, quando confundem o nº de contribuinte ou de bi da pessoa, essas confusões poderão ocorrer da mesma forma com nºs de implantes.


Imagine que o cidadão do implante nº 34478129 cometa um crime, e você tem o nº 34478119 (semelhante) e você é que vai preso, porque o sistema confundiu o seu nº com o outro.


Falhas existirão sempre, nenhum sistema é infalível.


Quanto à segurança, o crime também evolui e encontra formas de escapar ao controle, através de meios sofisticados de violar outros sistemas.


As empresas de implantes, e a mídia, saberão convencer as pessoas.


As mulheres podem ser seduzidas com implantes na testa, imitando jóias semi preciosas, tais como usam as indianas na zona da chacra frontal (ajna) da 3ª visão.


Os homens poderão ser seduzidos com implantes em forma de tatuagem ou símbolos.


Os jovens adoram tecnologia, estão sempre substituindo o celular, personalizando o celular , as empresas de telecomunicações direcionam a publicidade para o público jovem, maior consumidor.


Ter um implante vai ser algo legal, cool, tal como uma tatuagem ou piercing.


Surgirão implantes de várias cores e formatos para seduzir-nos.


Talvez alguns possam captar rádio fm, outros possam controlar objetos à distancia (como um implante já testado em macacos) para psicocinesia, etc. Haverão muitas seduções.


Os animais são catalogados com o biochip


http://www.biochip.com.br/biochip/


E nós, seremos os próximos a ser catalogados como animais?




Se o implante substituirá todos os cartões, porque não poderemos usá-lo num cartão?


Assim a nossa privacidade estaria a salvo, podiamos deixar o cartão em casa quando fossemos sair, os satélites localizariam apenas o cartão e não o seu portador, agora um implante dentro do nosso corpo é um meio de nos controlar em qualquer lugar, a qualquer momento.


Além disso, poderão via satélite escutar o nosso pensamento? É provável, repare:


Um estudo do Instituto de Pesquisas de Stanford concluiu que palavras sub vocalizadas formam padrões reconhecíveis ao EEG, que podem ser lidos por um computador.


"Fujam das novidades", aconselhava há muitos séculos o papa, S. Diniz, ao patriarca de Alexandria.



fonte: www.realidadeoculta.com


Powered by Zoundry Raven

As 4 fases do Projeto Blue Beam