domingo, 31 de março de 2013

Tecnologias verdes “amigáveis” que pegam fogo no carro e envenenam o lar

 

Bombeiros da Alemanha também deram sinal de alerta. Na foto, Peugeot 307.

Se o leitor for um entusiasta da tese do aquecimento global de origem humana, então deve comemorar o momento em que o ar condicionado de seu carro alemão novo pega fogo inesperadamente.

Pois estará assim colaborando com um humilde tributo à luta extrema contra o CO2 – este gás benéfico que o ambientalismo radical qualificou de demônio planetário.

E, se acontecer uma intoxicação coletiva de sua família porque uma pequena lâmpada fluorescente estourou, esse leitor deveria agradecer aos inigualados profetas do apocalipse verde.

Eles conseguiram banir as lâmpadas comuns na União Europeia e nos EUA e substituí-las em milhões de lares por outras feitas com mercúrio em doses que podem ser letais.

Parece brincadeira, mas não é.

Estes e outros pesadelos estão entrando na vida quotidiana pela pressão dos lobbies ambientalistas anticapitalistas, antiocidentais e, no fundo, anti-humanos, segundo explicou editorial do quotidiano “The Washington Times”.

Essas insuspeitadas ameaças já são realidade na Europa e nos EUA.

Várias montadoras alemãs de carros, como a BMW, a Daimler e a Volkswagen, apontaram o perigo contido numa resolução da União Europeia, que as obriga a usar no ar-condicionado de seus modelos a substância conhecida como R-1234yf (2,3,3,3-Tetrafluoropropene).

Testes da Volkswagen não foram encorajadores
Ela seria “ecologicamente amigável”.

Militantes verdes, grandes empresas que podem lucrar imensamente com ela e burocratas de Bruxelas garantem que é perfeitamente segura.

Porém, os testes da Daimler, que fabrica os carros Mercedes-Benz, constataram verdadeiros riscos de incêndio.

A montadora explicou que o produto “ecologicamente amigável” é difícil que pegue fogo no laboratório, mas que “nas condições de funcionamento na vida real pode se mostrar incendiária junto a um motor aquecido”.

O comunicado foi acompanhado de um vídeo, que seria risível se não se tratasse de algo muito perigoso. O gás para ar-condicionado que vinha sendo usado até aqui em nenhum caso é inflamável.

Se quebram envenenam o ambiente
Nos EUA, durante o furacão Sandy, 16 carros elétricos – de um modelo industrial beneficiado por créditos oficiais de meio bilhão de dólares – inexplicavelmente pegaram fogo no porto de Newark, N.J., onde aguardavam para serem embarcados .

O “Washington Times” conclui que em lugar de ficar fazendo alarme com futuros cataclismos imaginários, os legisladores deveriam considerar os danos ao meio ambiente e à economia das pessoas reais ao formularem as políticas que aprovam.

As tecnologias favoritas das esquerdas verdes, tanto em matéria de carros quanto de pequenas lâmpadas fluorescentes, não estão em condições de serem usadas pelo simples fato de alguns figurinos do jet-set e das esquerdas libertárias se declararem em favor delas.
 
Fonte: Verde: a cor nova do comunismo

domingo, 24 de março de 2013

Cientistas podem descobrir em quem você está pensando

Para isso, eles utilizam o resultado de análises do funcionamento do seu cérebro.


Cientistas podem descobrir em quem você está pensando (Fonte da imagem: Reprodução/Gizmodo)
Em alguns filmes ou histórias futuristas, como em “Vingador do Futuro”, o cérebro das pessoas é analisado para que informações ou imagens possam ser capturadas. Você acha que isso é impossível atualmente? Nessa escala, é sim, mas uma pesquisa conduzida por cientistas da Cornell University está trabalhando para mudar esse cenário.

Segundo informações que foram divulgadas pelo site Scientific American, os primeiros resultados desse estudo são bastante promissores. Através do escaneamento do funcionamento do cérebro de voluntários e da análise desses resultados, os cientistas já conseguem descobrir em quem você está pensando.

Não satisfeitos com esse avanço tecnológico, os estudiosos que encabeçam o projeto estão começando a dar passos ainda maiores. Agora, eles querem tentar recriar a imagem que uma pessoa tem de um conhecido, utilizando somente a atividade cerebral do indivíduo como ponto de partida.

Entendendo a sua cabeça

Para chegar aos resultados que eles têm agora, os cientistas da Cornell University trabalharam com 19 voluntários. Cada um deles recebeu uma descrição detalhada de quatro pessoas imaginárias bem diferentes, o que inclui até mesmo os traços de personalidade desses personagens.

Enquanto os voluntários se lembravam dessas descrições, os estudiosos analisaram o funcionamento do cérebro deles através de scanners. Com isso, eles puderam identificar as áreas específicas que foram ativadas pelo órgão, resultando na reconstrução do personagem imaginário que foi descrito para a pessoa.

Possíveis aplicações

Em um futuro próximo, o pessoal da Cornell University vai conseguir entender melhor como as pessoas entendem e pensam sobre o que elas vivem, principalmente em relação aos laços feitos com amigos e familiares, por exemplo.

Dessa maneira, pessoas com distúrbios de interação social, como o autismo, vão poder contar com um atendimento médico e profissional muito melhor — ou seja, é provável que elas possam viver de forma mais integrada do que nos dias de hoje.

Enhanced by Zemanta

segunda-feira, 18 de março de 2013

Exército chinês comanda onda de cyberataques contra Ocidente

National emblem of the People's Republic of China
National emblem of the People's Republic of China (Photo credit: Wikipedia)
Escrito por Luis Dufaur

Segundo relatório da Mandiant, empresa de segurança em Internet, uma unidade secreta do Exército Popular de Libertação (EPL) chinês é responsável por grande número de ataques informáticos contra empresas e organismos estatais nos EUA. (Leia o relatório clicando aqui.)

Segundo o documento, centenas de investigações realizadas nos últimos três anos mostram que as centrais responsáveis por ataques contra agências do governo, empresas e jornais americanos “estão baseadas principalmente na China e o governo chinês está bem informado disso”.


O governo socialista de Pequim, obviamente, nega as acusações presentes no relatório da Mandiant, que foi encomendado conjuntamente pelo conhecido jornal “The New York Times” e outros órgãos americanos de imprensa.

O trabalho rastreou os ataques e identificou a fonte: a Unidade 61398 do EPL, sediada em Xangai. O rastreio informático levou a um prédio de 12 andares localizado no bairro Pudong, centro financeiro de Xangai.
De acordo com a Mandiant, essa unidade do exército comunista está provavelmente integrada por milhares de empregados que dominam o inglês e as técnicas de programação e gestão de redes.

A unidade roubou, “desde 2006, centenas de terabytes de dados de pelo menos 141 organizações, que incluem um vasto conjunto de indústrias”, acrescenta.

A maioria das vítimas está instalada nos EUA, mas há alvos atingidos no Canadá e no Reino Unido. As informações surrupiadas incluem desde detalhes de operações empresariais, como fusões e compras, até e-mails de altos diretivos.

“A natureza da espionagem da Unidade 61398 é segredo de Estado na China. Porém, acreditamos que está envolvida na rede de Operações de Redes Informáticas danosas”, afirma o documento.

“Já é hora de admitir que a ameaça provém da China e queremos dar nossa contribuição armando e preparando profissionais de segurança para combatê-la efetivamente”.

O relatório focaliza particularmente o grupo que qualifica de APT1 –Advanced Persistent Threat (Ameaça Persistente Avançada) – que subtraiu enormes quantidades de informação de estruturas estratégicas, como da rede de energia elétrica dos EUA.


“Acreditamos que o APT1 seja capaz de levar adiante uma campanha de cyberespionagem tão longa e ampla essencialmente porque recebe apoio direto do governo”, diz Mandiant.

Nas últimas semanas, foram atribuídos a cyberterroristas chineses os ataques informáticos contra os jornais “The New York Times” e “Wall Street Journal”, bem como contra o Twitter.

O New York Times afirma que hackers roubaram chaves e acessaram computadores pessoais de 53 empregados, após o jornal publicar um artigo sobre a fortuna do primeiro-ministro marxista Wen Jiabao.

Obviamente, a China tem que recusar as acusações, dizendo-se ela mesma vítima de piratas não identificados.

Hong Lei, porta-voz do ministério de Relações Exteriores, partiu para a desclassificação e o menosprezo da denúncia, sem fornecer dados que contribuíssem a esclarecer os fatos.

“A crítica arbitrária, baseada em dados rudimentares, é irresponsável, não é profissional e não ajuda a resolver o problema. (…) A China se opõe categoricamente à pirataria”, garantiu ele a jornalistas, que tiveram de conter o riso. Acrescentou que o país socialista “é uma grande vítima dos cyberataques”, e que, “de todos os que sofrem a China, em primeiro lugar figuram os provenientes dos Estados Unidos”.

O Diário do Povo — órgão de propaganda do Partido Comunista Chinês — repetiu fielmente o script do governo, atacando os EUA por reavivarem “o medo da China” com o objetivo de “conter” a ascensão comunista.
Em resumo, a China continuará atacando o Ocidente.


Luis Dufaur
, escritor, edita o blog Pesadelo Chinês.
Enhanced by Zemanta

sábado, 16 de março de 2013

Illuminati – A Indústria dos filmes da Nova Era

Men who stare at goats

by Fim dos Tempos.Net 

Homens que matam cabras só com o olhar. O título português de The Men Who Stare at Goats.

Uma unidade mística de guerreiros xamã. A ideia é serem usados na busca de pessoas perdidas, missões secretas e operações fantasma. O narrador garante-nos no início que isto é tudo verdade. plim plim! Verdade ou não, a idéia é sempre a mesma: Mostrar às pessoas que somos deuses.

http://www.youtube.com/watch?v=WZ6UFkAABP4&feature=player_embedded

Os Filmes com símbolos Illuminatis estão cada vez mais expostos.

Os Homens que encaravam cabras” (Ou será que eles queriam dizer o bode???)

image
Na verdade o nome do filme ”os homens que encaravam cabras” , é só um disfarçe, pois na verdade a sua mensagem verdadeira é: ”os homens só vêem BODES”, uma alusão aos bodes maçônicos!

VÍDEO DENUNCIADOR:
Sinopse:

Ewan McGregor vive um um repórter que investiga uma história maluca. Lyn Cassady (George Clooney), do primeiro batalhão do exército norte-americano, afirma ser parte de um experimento militar em que usam milenares técnicas mentais chinesas para desenvolveres poderes paranormais nos soldados. Este grupo de elite experimental tem desenvolvido “inigualáveis poderes psíquicos para ler a mente do inimigo, passar através de paredes sólidas, e até mesmo matar uma cabra com um simples olhar.”

Na parte de baixo da capa está escrito: No goats, no glory. = Sem bodes sem glória!, ou seja Bode = Diabo
Sem diabo, sem glória
image
Olho de Hórus, descaradamente pintado, agora não há mais restrições para suas manifestações!
image
Mais um filme illuminati pra coleção!
Tá ficando chato já… eles estão cada dia mais descarados!
Ano passado foi uma enxurrada de filmes ocultistas, esse ano a coisa piora!
E olha a camisa dele, aquele símbolo hindu da nova era.
image
Saturno, na verdadade: SATURNO=SATAN
image
Saturno na mitologia:
”Saturno (do latim Saturnus) é um deus romano da agricultura, justiça e força, equivalente ao grego Cronos. Era um dos titãs, filho do Céu e da Terra. Com uma foice dada por sua mãe mutilou o pai, Urano, tomando o poder entre os deuses.

(Note a semelhança com lucifer, que tambem caiu do céu) por seu filho Júpiter (Zeus), refugiou-se no Lácio. Lá exerceu a soberania e fez reinar a idade do ouro, cheia de paz e abundância, tendo ensinado aos homens a agricultura. Em Lácio, criou uma família e uma conduta novas, vindo a ser pai de Pico.[carece de fontes? Os romanos que, segundo outras tradições, atribuem a origem de Roma a Saturno, construíram-lhe um templo e um altar à entrada do Fórum, no Capitólio. Atribui-se ainda a Saturno a criação de divindades como Juno ou Hércules e de heróis como Rómulo. O sábado é o dia consagrado a Saturno.

O Saturno itálico é representado nas moedas como nas pinturas de Pompeia – testemunho ambivalente da sua actividade agrária e da sua identificação com o castrador Cronos – com a serpente na mão. Um baixo-relevo do museu do Capitólio, réplica de um modelo grego, apresenta-o como Cronos, sentado no trono, recebendo das mãos de sua mulher (por vezes chamada Opes nos textos latinos) a pedra envolvida em panos que ele confundiu com Júpiter recém-nascido.
image
O Saturno africano é um homem de barba curta, penteado com calátides. Mas o deus chega a figurar, na mesma estela, com três aspectos distintos: deus barbudo com a foice, jovem deus solar com a cabeça ornada de raios e jovem deus lunar coroado com o crescente.

Saturnais

Os romanos, com receio que o deus abandonasse o seu lugar (na República depositava-se no seu templo o tesouro do Estado), prenderam a sua estátua com faixas de lã e não a libertavam senão quando se realizavam as Saturnais. Com efeito, estas festas populares, celebradas anualmente por volta do solstício de inverno, pretendiam ressuscitar por um certo tempo a época maravilhosa em que os homens tinham vivido sem contrariedades, sem distinções sociais, numa paz inviolada. Era uma semana de repouso livre e feliz, durante a qual todas as actividades profissionais eram suspensas – até as campanhas militares eram interrompidas – e se realizavam inúmeros banquetes, onde os cidadãos substituíam a toga pela túnica e serviam os seus escravos que, desobrigados das suas funções habituais, falavam sem papas na língua.

Estas festividades desembocavam, inevitavelmente, em grandes orgias. O culto de Saturno não se propagou com a mesma amplitude em todo o mundo romano, tendo sido objecto de um fervor excepcional junto das populações da África. “Dominus Saturnus” representa para estas o deus fertilizador da terra e, igualmente, o sol, assim como a lua. Espécie de divindade suprema do céu, instalada muitas vezes em substituição dos deuses fenícios, o Saturno africano foi, como Moloque, apreciador de vítimas humanas. Estas práticas cessaram sob o Império Romano e foram substituídas por libações e por sacrifícios de touros e de carneiros.”

Fonte: Wikipédia
Para completar o angú illuminati, não poderia faltar a mensagem da NOVA ORDEM MUNDIAL:
Image and video hosting  by TinyPic
Fonte: Fim dos Tempos.Net
Enhanced by Zemanta

sábado, 9 de março de 2013

Mark Levin: DHS se prepara para motins prolongados nos EUA.

  by

 

dhs_bullets

WND

por de Drew Zahn
  
As Agências Federais, não militares, observou o  radialista Mark Levin na semana passada, compraram munição suficiente recentemente, não só para atirar em cada americanos cinco vezes, mas também se envolver em uma guerra prolongada e doméstica.

Os números são baseados em relatórios recentes que colocam a compra de  munição federal total nos últimos 10 meses em aproximar dois bilhões de  cartuchos.
 
“Para oferecer alguma perspectiva,” Levin observou, “os especialistas estimam que, no auge da guerra do Iraque as tropas americanas estavam disparando cerca de 5,5 milhões de cartuchos por mês.  Nesse ritmo, o [Departamento de Segurança Interna] está armado agora para uma guerra no Iraque de 24 anos.” Uma  guerrade 24 anos igual a do Iraque! “
 
O que as agências federais precisam com toda esta a munição  ?
Única explicação oficial do governo para a compra de munição maciça é que os agentes de aplicação da lei nas respectivas agências precisam das munições para “obrigatórias qualificações trimestrais de armas de fogo e outras sessões de treinamento.”
 
O número surpreendente e falta de detalhes na explicação oficial, no entanto, levou a especulação desenfreada, incluindo as preocupações do DHS está se armando para combater a insurreição entre os americanos.
 
“Eu vou dizer o que eu acho que está acontecendo”, Levin ofereceu.  ”Eu não acho que a insurreição nacional.Aplicação da lei e agências de segurança nacional, eles jogam com vários cenários. …… Eu vou dizer o que eu acho que eles estão simulando: o colapso do nosso sistema financeiro, o colapso da nossa sociedade e o potencial de violência generalizada, saques, matança nas ruas, porque é isso que acontece quando uma economia entra em colapso.
 
“Eu suspeito que seja esta a causa por conta de nossa situação fiscal, nossa situação monetária, colapso, e seguido o colapso da sociedade, do fim do estado de direito , eles querem estar preparados ,” Levin disse. “ Eu sei por que o governo está se armando:E não é só por causa de uma insurreição, mas porque nossa sociedade estás e despertando.

Fortalecer a Máquina do Governo Mundial: A Era da Política Espiritual Global

Forcing Change , Volume 9, Edição 5. Autor : Carl Teichrib. É impressionante o que o tempo revela. Meses atrás, tive a oportunid...